Porto seguro

Ando meio intrigada com os meus sonhos,e com os meus pensamentos, ambos carregados de nostalgia , Confesso que estou achando tudo isso muito ,e apesar da vida estar correndo normal, parece que eu estou mesmo em busca de um porto seguro. Estou vivendo um presente satisfatório, os acenos do futuro sao os melhores possíveis, mesmo assim sinto a necessidade de estabelecer um link com um passado distante da possibilidade do AVC.
Apesar de fazer sempre registros positivos aqui,,sei que preciso falar também que neste período, nem tudo é ganho ou sucesso, há também as duvidas, a necessidade do recolhimento ou o desejo de ancorar em um porto seguro – falo agora para os que estão passando pelo mesmo processo. Aqui faço sempre questão de registrar os ganhos que sao verdadeiros, me sinto motivada a seguir em frente, adoro falar para os amigos das conquistas, conseguir fazer um exercício novo com sucesso é motivo de comemoração pra mim e graças a Deus, tem sido sempre assim, estou me sentindo bem melhor, mas se por acaso quiserem saber das queixas, posso fazer um registro: ando meio decepcionada com o meu braço e a minha mão esquerda, que se negam a reconhecer os esforços e insistem em ficar recolhidos. Já fui alertada pelo meu neurologista que membro superior é lento e que no meu caso, foi uma área bastante afetada. E agora? Paciência, fé e perseverança. Detesto me ver no espelho ou em fotos com esse braço, que pela postura, grita ao mundo, que estou deficiente, apesar de eu estar praticamente andando sozinha.
Pois é gente o desafio é seguir em frente e acreditar que a realidade pode mudar. O passado esta lá intacto , pode servir apenas para arejar um pouco o momento, pretendo deixar a nostalgia de lado e viver intensamente esse presente que parece um pouco duro,.
Sou otimista por natureza, tenho uma ótima relação com a felicidade, portanto, sei que é possível confiar no futuro, mesmo que ele seja um porto desconhecido.

Anúncios

3 opiniões sobre “Porto seguro

  1. Breve nota sobre o amor

    Amor é substantivo. Amar é verbo. Substantivos abstratos são o que a própria definição aponta: inconsistentes, vagos, voláteis. Amor é sentimento ansioso por vertebrar-se. Verbos são todos concretos. O amor, se não virar ação, permanece verbete, fria definição de algum dicionário. Talvez palavra frívola dos folhetins baratos. Amor, para ser verdadeiro, precisa desdobrar-se em compromisso – e adquirir tato.

    O cotidiano, a rotina, a mesmice, conspiram contra o amor gerado por sentimentos momentâneos. Emoções efêmeras não sobrevivem à tritura da repetição. O dia a dia, porém, solidifica o amar compromissado. A cada instante, momentos delicados do viver se misturam aos hábitos. Só com o tempo a declaração “eu te amo” ganha significado.

    Amar aceita a imperfeição – não só a tolera. Os apaixonados são todos iludidos. Os amantes atravessam o largo canal que separa as idealizações das pessoas verdadeiras. No amar, o outro é celebrado com menos distorção. Quando se ama, perdoar perde a força de controle – ambos se sabem carentes de compreensão.

    Amar é descobrir, de mãos dadas, a beleza de viver. A dor, descobrimos sozinhos. Alegria precisa de companhia. Alguns momentos só valem quando partilhados. Não tem graça fazer churrasco no quintal sem riso e sem conversa. Ou beber o melhor vinho sem amigo para brindar. Ou contemplar uma linda paisagem sem poder comentar. Ou repartir a alegria de ver uma criança sorrindo.

    Não a conheço mas tenho acompanhado sua luta com sabor a vitória nesta página tão linda e a cada dia você me surpreende…”o desafio é seguir em frente e acreditar que a realidade pode mudar. O passado esta lá intacto , pode servir apenas para arejar um pouco o momento, pretendo deixar a nostalgia de lado e viver intensamente esse presente que parece um pouco duro.
    Sou otimista por natureza, tenho uma ótima relação com a felicidade, portanto, sei que é possível confiar no futuro, mesmo que ele seja um porto desconhecido..”
    Sou um porto desconhecido que acredita na sua luta.
    Boa semana.

    Luís Silva

  2. Chorei leindo esta sua postagem, pois assim como você, minha mãe está passando exatamente pela mesma situação, está quase andando sozinha, mas o braço e a mão direita dela não estão dando o resultado que esperamos. Um dia desses estavamos em um restaurante e todos da familia colocaram os dois braços em cima da mesa, e ela ao ver que não conseguia começou a chorar, eu como filha unica fiquei com meu coração em pedaços e os olhos cheios de lagrimas. Mas quando meu pai encontrou, minha mãe desmaiada em casa sozinha, foi tudo muito rapido, e um piscar de olhos já estavamo no centro cirurgico, pedi a Deus com toda minha fé e sofrimento do momento que deixasse minha mãe ao meu lado, e que eu não pediria mas nada a Ele. Deus com sua infinita misericordia fez o milagra e deixou minha rainha comigo, então sempre que fico triste por causa do braço dela, lembro que a maior graça Deus já me deu que fio a vida dela, e ainda me deu o presente de faze-la andar novamente. Sempre vamos nos desanimar quando deparmos com certas situações, e eu entendo plenamente suas dores! Mas acredite nada acontece por acaso e eu tenho fé que assim como minha mãe a senhora também irá recuperar os movimentos do braço, vamos ter Fé e paciencia que tudo acontecerá!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s