Subida

Apesar de parecer lugar comum, atribuo a minha trajetória pós AVC a uma árdua subida,.a escada é íngreme, longa e tortuosa
. Passados três anos, posso considerar que já alcancei um patamar mais alto, com uma vista mais aprazível, contudo, ainda há um longo caminhar pela frente, e as escadas ,sao armadilhas, sobretudo para aqueles que como eu, ainda não conseguiram resgatar a auto confiança.
Nao posso me queixar dos progressos, percebo que as pessoas, sobretudo àquelas que não me vêem há muito tempo, esboçam sensação de alegria e surpresa por me verem tão bem. Sao essas constatações vindas de pessoas conhecidas ou não, que me ajudam a enfrentar mais degraus em busca do topo.
Preciso registrar aqui que o incentivo das pessoas, conhecidas ou não, vai despertando em mim, uma forca, que muitas vezes nem sei de onde vem. O fato é que estou numa luta diária, posso para alguns ate parecer redundante, mas, literalmente, cada movimento físico ou emocional, é uma conquista que me dá prazer e me impulsiona.
Agora ja sou procurada por pessoas que precisam de apoio, preciso compartilhar as minhas conquistas e apoiar a quem no momento, esta tão vulnerável como eu estive no inicio.
Pois é, é melhor acreditar, ter fé e seguir em frente, sempre haverá uma luz.

Anúncios

3 opiniões sobre “Subida

  1. Querida Vânia
    Acreditar e ter Fé. Duas premissas essenciais para um recomeço. Passamos por situações nessa jornada mundana que nos levam a refletir o sentido da vida, onde erramos e onde podemos melhorar. Elas nos permitem novas chances, alcançar o que não tínhamos noção e mostrar que somos capazes de tanto, de tudo. Subir “escadas íngremes” não é para qualquer um. Deus escolhe os capacitados para vivenciar certas acontecimentos os quais outros não teriam sabedoria e equilíbrio para superar. A sua recuperação é um exemplo disso!!!! Não me recordo onde li a seguinte frase: “Alguns vem ao mundo com a missão de mostrar a humanidade o poder da superação”. Acredito plenamente nesta incógnita. Pode ter certeza que são pessoas abençoadas e iluminadas por Deus, com uma missão de tocar e mudar o coração daqueles com uma visão de mundo limitada.

  2. Oi
    Vânia
    Boa Tarde!
    Concordo com vc sofri um AVCH ha 1 ano e 6 meses, e cada dia é uma nova conquista, um novo aprendizado diante da situação atual. As dificuldades foram imensas mas, o cenário agora esta menos nebuloso. E vamos em frente, estar viva nas atuais condições diante do ocorrido é um presente divino. Sucesso sempre para voce.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s