ENTRE O DOCE E O AMARGO
Queridos leitores, sei que estou em falta com os que me acompanham.Na.Agitacao do dia a dia, o contarolando ficou meio no “canto”. Continuo valorizando este espaço que fiz nascer para falar da minha nova condição,, no inicio( pos AVC) tao assustadora, que precisava gritar ao mundo que tudo aquilo era muito novo e doloroso.
Pois bem, na vida a gente vai dando um jeito aqui, outro acolá e as coisas vão se molda ndo como uma peca de argila. nao posso negar que o inicio foi bem difícil e também não posso negar que passados 4 anos do AVC, tem dias que acho difícil e me sinto impotente.
Agora depois de tanto tempo sem contato com vocês, preciso dizer que “virei Gente grande”, voltei a trabalhar, fonte de imenso prazer, arrisquei dirigir o carro automático de uma amiga que tambem teve AVC e esta me dando a maior forca. A sensação de dirigir o carro foi extremamente prazerosa, foi como se fosse a primeira vez, me senti senhora de mim e constatei que posso voltar a dirigir, ser mais autônoma. Sao essas coisas que nos fazem refletir e lpensar: nem tudo esta perdido, há luz, muita luz no fim do túnel. Entre as minhas peripécias, està a pratica regular de pilates, modalidade que adoro e ja praticava a antes do AVC. Gosto atualmente porque trabalha a minha recuperacao motora, e também a plástica. Por falar e.m formaa física, outro fato que me faz achar que estou chegando bem próximo da normalidade, sao osquilinhos a mais que tinha ganhado e que tanto me incomodavam , foram embora, me deixando feliz, resgatando o meu peso anterior. De bem comigo, me olho no espelho e gosto do que vejo. So não consigo ainda aceitar o braço na postura padrão de AVC e o andar inseguro e desengonçado com bengala ou.segurando em alguém.
Outra coisa boa, foi no meio do ano, instigar meus filhos a viajar comigo à sao paulo para matar as saudades oo meu filho, netos e nora. Saudade do frio, da vida cultural agitada e das ótimas e charmosas opções gastronômicas. Foi tudo maravilhoso, com a certeza de que posso tocar a vida normalmente.
Na volta,d tive uma lombalgia aguda, que prometo contar a saga em outro momento.coisa chata, um balde de agua fria na minha recuperação. pois é , “faz parte do show”. depois de tanto tempo ausente, vale voltar com boas noticias , afinal, para frente é que se anda.

Anúncios

2 opiniões sobre “

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s